Archive for Esportes

Atividade física: uma necessidade


Costumo conversar com diferentes praticantes de atividade física para tentar entender o que se passa na cabeça dessas diferentes “tribos”. Isso porque acredito que, quanto melhor entender as necessidades de cada esportista, mais conseguirei ajudar essas pessoas. Assim, iniciei 2009 falando com praticantes de diversas modalidades: corredores, triatletas, tenistas, jogadores de futebol e outros. Confesso que ouvi umas desculpinhas que considero inaceitáveis para justificar o descaso com que a maioria tratou seu corpo e principalmente sua saúde durante as festas de fim de ano.

Perguntei: “Como foram as atividades esportivas durante as festas?” Acabei recebendo como resposta: “Ah, acabei não fazendo quase nada! Engordei, estou fora de forma. Preciso voltar…” Eu bem que tento, mas não consigo entender esse tipo de “descanso”. Tudo bem, uma redução do nível de atividade física até que seria compreensível, mas abandonar completamente vai além da minha compreensão.

E não estou falando de atletas profissionais, que, durante o ano todo, treinaram duas vezes ao dia, sete dias por semana. As pessoas com as quais conversei são indivíduos que se exercitam entre três e cinco vezes por semana, em média uma hora por sessão. Para não ser injusto, tive uma grata surpresa ao falar com um amigo triatleta que contou: “Fiz um descanso ativo. Não nadei, não pedalei nem corri um dia sequer durante duas semanas. Por outro lado, joguei futebol, frescobol e fiz muita caminhada.” Infelizmente, dentro de um grupo de aproximadamente vinte esportistas, foi o único que verdadeiramente entendeu e incorporou o conceito da atividade física.

Acho importante fazer algumas comparações com outros de nossos hábitos saudáveis para ilustrar a importância da prática dos exercícios. Banho: será que alguém deixa de tomar banho durante as férias? Um pensamento do tipo: “Estou curtindo as férias! Banho para quê? Afinal, preciso descansar minha pele.” Escovar os dentes: Quem é que abandona a escovação quando está tirando uns dias de folga? Alguém em sã consciência diz: “Vou descansar: o corpo, a mente e os meus dentes”? E quem deixar de limpar a casa ou tirar o lixo por que está em férias? E o que acontece com este lixo, que vai se acumulando pela casa toda? Enfim, a atividade física deve ser encarada como parte de nossa higiene pessoal. Abandona-la é deixar que o nosso corpo vá ficando cada vez mais sujo – e por dentro. O sofrimento recai sobre a saúde. Pense nisso.

Fonte: Veja – http://veja.abril.com.br/blog/saude-chegada/treinamento/atividade-fisica-uma-necessidade/

Musculação: saiba os cuidados para não passar do limite e evitar lesões


“É normal sentir-se cansado após um treino intenso, mas isso deve durar pouco tempo, depois o normal é sentir-se bem disposto”

Resposta: Não adianta só “treinar muito” para se obter bons resultados. É preciso atenção e cuidado com vários outros fatores que irão influenciar no resultado final, como alimentação, recuperação, rotina diária (trabalho e vida social). Essa é uma das diferenças em relação aos atletas.

Eles estão totalmente amparados por uma equipe multidisciplinar.Treinadores, nutricionistas, fisioterapeutas e médicos o tempo todo cuidando e reavaliando seus treinos e observando as respostas do organismo aos diversos estímulos.

Infelizmente, isso não é possível para a maioria das pessoas, mas podemos tentar chegar o mais próximo possível do que seria o ideal.

Em primeiro lugar, é importante o acompanhamento de um profissional de Educação Física para montar seu treinamento e acompanhar de perto sua evolução.

Nos treinos de hipertrofia, que são realizados com cargas altas, os exercícios devem ser feitos de forma correta principalmente no que diz respeito à postura. É também o professor que vai determinar o volume de treino para que você não ultrapasse limites seguros. Você pode até treinar todos os dias, mas é preciso alternar os grupos musculares que vão ser trabalhados.

É normal sentir-se cansado após um treino intenso, mas isso deve durar pouco tempo, depois o normal é sentir-se bem disposto. Aí entra um fator importantíssimo: o tempo de descanso. Essa é a chamada fase de crescimento (ou fase anabólica) onde se dá o crescimento muscular. A fase de descanso é também responsável pela qualidade do treino seguinte. Insistir no treino quando se está cansado, deixa o individuo mais suscetível a lesões

O crescimento muscular ocorre em três etapas

1ª) estímulo: dado durante o treinamento, causando estresse e microlesões no músculo

2º) recuperação: é a reparação dessas microlesões e o restabelecimento energético. É a fase fundamental para o crescimento muscular. Essa recuperação deve ocorrer entre 48 e 72 horas após o treino desde que a alimentação esteja adequada.

3º) crescimento: que se dá em sua maior parte, durante esse período de descanso.

Nunca treine sem estar devidamente alimentado. É preciso ter “combustível”para usar durante o esforço. Para isso, consulte o nutricionista que vai preparar uma dieta específica para esse tipo de treinamento de acordo com suas necessidades nutricionais.

Não negligencie nenhuma fase do treinamento.Todas têm sua importância e é assim que você vai evitar dores, baixo rendimento ou lesões.

Fonte: Vya Estelar – http://www2.uol.com.br/vyaestelar/malhar_sob_medida.htm

3ª. TRAVESSIA DOS BOMBEIROS SERÁ DIA 04 DE DEZEMBRO NO LAGO DO MANSO


A 3ª Travessia dos Bombeiros acontecerá no dia 04 de dezembro (domingo). As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 01 de dezembro. A competição amadora destinada a praticantes de natação em águas abertas, realizada pelo Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, acontecerá no Condomínio Náutico Portal das Águas, no Lago de Manso.

Estão disponíveis 120 vagas. A largada será às 08h e 30 min. A prova será dividida em dois percursos: 1.000 e 2.250 metros nas categorias masculino e feminino civil e militar, sem divisão por faixa etária.

As fichas de inscrição estão disponíveis somente através da internet, envie um email para: travessiadosbombeiros@hotmail.com que responderemos com o regulamento e a ficha de inscrição.

A taxa de inscrição é de R$ 40 para civis e R$ 20 para militares e atletas federados. Bombeiros militares estão isentos da taxa. O pagamento poderá ser feito via depósito bancário em nome de Top Cuiabá, Banco do Brasil, agência 4042-8, conta 35500-3. Posteriormente, o recibo do depósito bancário deverá ser enviado com o nome do atleta via fax pelo número (65) 3686-3101.

CONDIÇÕES DE SAÚDE

O Corpo de Bombeiros alerta aos interessados que verifiquem as condições físicas de saúde antes de participar da prova. Atletas com mais de 60 anos deverão apresentar declaração médica, com validade máxima de seis (06) meses, comprovando que está apto a prática de esporte.

Mais informações sobre o evento e as inscrições pelo telefone: 3686-3101 ou 9982-7830, de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h. Dúvidas podem ser enviadas ao email: travessiadosbombeiros@hotmail.com

87ª CORRIDA INTERNACIONAL DE SÃO SILVESTRE – 2011


Para quem vai correr – segue informações da São Silvestre 2011

A Prova Pedestre denominada “CORRIDA INTERNACIONAL DE SÃO SILVESTRE”, a maior prova pedestre de rua do país, instituída pelo jornalista Cásper Líbero, será realizada no dia 31 de dezembro de 2011, na cidade de São Paulo, na distância de 15 km

As inscrições serão feitas somente pela INTERNET, no site http://www.saosilvestre.com.br até o dia 30 de Novembro de 2011, podendo ser PRORROGADA ou ENCERRADA com antecedência, a critério da ORGANIZAÇÃO.

BOA CORRIDA

Saiba quais exames você deve fazer antes de começar a se exercitar


Faça os exames indicados e tenha acompanhamento de um profissional

Para dar adeus ao sedentarismo, muita gente decide treinar por conta própria. Mas fazer esse tipo de atividade, seja em casa ou na academia, coloca a saúde em risco. Para começar uma vida nova com exercícios, especialistas recomendam antes fazer uma visita ao médico para avaliar sua saúde.

O primeiro passo é ir ao consultório de um clínico geral, que irá prescrever uma série de exames que irão vasculhar o organismo. Os exames vão traçar o perfil do metabolismo, mostrando os níveis de colesterol, glicose e pressão arterial.

Além deles, um teste de esforço vai não somente identificar a capacidade física, mas também checar problemas cardiovasculares. O check-up é uma segurança para quem vai começar a praticar esportes.

Além dos exames (veja mais abaixo), é recomendável ter acompanhamento profissional. Com as facilidades à disposição, como vídeos, revistas e até a própria internet, cresce o número de atletas caseiros. Porém, exercitar-se sozinho, sem a orientação de um profissional, pode provocar sérias lesões.

Um profissional saberá orientar a postura e a forma corretas de levantar um peso e executar um movimento sem danificar a coluna. Na hora do exercício, é fundamental saber como se movimentar para não sacrificar as articulações.

O profissional em Educação Física é o único habilitado a ministrar a prática das atividades físicas. Além de ficar atento aos movimentos executados pelo aluno, ele orientará a respiração correta do movimento.

Veja a seguir os exames que não podem faltar no check-up:

Eletrocardiograma: o exame faz uma espécie de fotografia do coração. Mas como nem sempre mostra o problema do paciente, recomenda-se acrescentar também o teste de esforço ergométrico.

Teste ergométrico: é feito na esteira e acompanhado por um cardiologista por meio de monitoração gráfica, que mostra como o coração se comporta com o esforço.

Exames de sangue: mostram a taxa de glicose no sangue, apontando a existência de diabetes e os níveis de gordura, identificados pelas taxas de colesterol e triglicerídeos.

Fonte: R7 Noticias – http://noticias.r7.com/saude/noticias/saiba-quais-exames-voce-deve-fazer-antes-de-comecar-a-se-exercitar-20110322.html

CORRIDA DE RUA


Nos últimos anos a corrida de rua cresce no Brasil. Nunca se falou tanto no assunto como hoje e a quantidade de adeptos aumenta progressivamente, afinal, correr traz inúmeros benefícios para a saúde física e mental, além de ser um esporte que não exige um alto investimento financeiro.

Um dos principais motivos pelo qual a maioria das pessoas começa a correr é a busca de uma melhor qualidade de vida. “Correr previne diversas doenças, como a hipertensão, o diabete e a depressão”, explica o professor de educação física Fernando Fonseca, isso só vem a reforçar o que você já deve ter ouvido falar: correr é = a melhora da saúde.

É claro que todos os esportes, quando praticados de forma correta, só trazem benefícios. Porém, como quem corre não precisa se preocupar com equipe, hora e local definido, a prática fica mais acessível. O mais difícil pode ser começar. Mas depois, como dizem muitos adeptos da modalidade, a corrida se torna um vício.

Outro ponto interessante da corrida é que os praticantes dessa modalidade têm menos preocupações com resultados em relação à maioria dos esportes. “O atleta amador que completa uma maratona em seis horas estará tão satisfeito quanto o profissional que o fez em menos de duas”, diz Fernando. Isso significa que o prazer de correr é muito maior que a busca por resultados.
COMO COMEÇAR
Se você é uma daquelas pessoas que tem vontade de correr, mas acha que terá de investir muito para isso, está enganado. Na corrida de rua há a grande vantagem de que antes de qualquer investimento, você pode provar e ver se gosta. Aí sim, começar investir aos poucos na modalidade com a aquisição de equipamentos, inscrições nas provas entre outros.

A única recomendação obrigatória antes do início da prática do esporte é uma avaliação física. “A avaliação é muito importante para quem quer correr com qualidade e evitar lesões”, recomenda o professor. Mas atenção, a avaliação deve ser feita independente se a pessoa corre ou não com um profissional.

Veja algumas dicas para os incitantes não fazerem feio durante a corrida:

–  Respeite seu limite. A evolução exige paciência e dedicação;

–  Escolha roupas leves e um tênis com bom amortecimento para evitar lesões;

–  Alongue sempre, de preferência antes e depois dos treinos;

–  Faça uma avaliação médica com profissionais sérios;

–  Beba água e coma alimentos leves e saudáveis;

–  Escolha lugares de fácil acesso, perto de casa ou do trabalho, assim não há desculpas para não treinar.

Fonte: http://www.fffernandofonseca.com/index.php

—————————————————————————————————-

O tênis certo

Guia completo com dicas de especialistas para escolher o calçado ideal para cada tipo de corredor e se exercitar de forma confortável e segura.

“A corrida é um esporte democrático e fácil de praticar, já que o atleta só necessita de um par de tênis e boa vontade”. Certo, você já deve ter ouvido esta frase, mas será que escolher o calçado ideal é tão simples quanto parece? A cada dia, grandes marcas esportivas lançam novos modelos, com cada vez mais especificidades e diferenciais, que prometem melhorar seu desempenho.

O mais importante na hora de fechar a compra de um tênis, porém, não é a marca, o preço, nem o design, mas adequar o modelo certo para suas características, seja de corredor, como pisada, quilometragem e tipo de treino, com as características pessoais, de peso, altura, já que, a cada quilômetro percorrido, o atleta recebe, aproximadamente, de 500 a 1.200 impactos.

“Nosso movimento é como uma corrente, cheia de elos. Até mesmo uma pequena bolha já muda a maneira de caminhar, e, com isso, aparece dor no joelho, na coluna. Por instinto, o corpo poupa o local problemático do pé e muda toda a dinâmica do andar”, explica Miguel Achylles Nucci, mestre em biomecânica pela Universidade Estadual de Santa Catarina.

Como escolher seu tênis
Um tênis bonito, moderno e caro. Perfeito para calçar e correr, não? Errado. A escolha do tênis certo vai muito além e, muitas vezes, nem passa por essas variáveis.

O primeiro mito é do preço. Nem sempre os mais caros oferecem mais amortecimento e, muitas vezes, um tênis mais em conta dá (e bem) conta do recado.

Outro pensamento errôneo é sobre os tênis novos. “O calçado apresenta os melhores resultados após certo período de uso”, explica o educador físico Roberto Bianco, em seu em seu estudo de mestrado na Escola de Educação Física e Esporte da USP.

Uma das recomendações dos especialistas é sobre a vida útil, que não deve ultrapassar 600 km. Para os tênis de competição, a sugestão é de 300 km. Porém, essa margem ainda garante um fôlego extra, segundo estudos de Bianco. Não convém, entretanto, ultrapassar muito essa recomendação.

Nucci tem outra observação. “Quem quer um tênis para maratonas tem de ver, além do amortecimento, uma palmilha especial e cabedal feitos para dissipar ou absorver o suor, senão o pé fica encharcado, causando bolhas.

: O tênis não pode apertar o pé. O ideal é que sobre até um dedo entre o cabedal e a ponta dos dedos.

:: Quem está acima do peso tem de pensar em amortecimento.

:: Lavar os tênis pode reduzir a vida útil.

:: Importância também às meias: o cano mais alto em relação ao tênis evita bolhas por atrito na parte de trás.

Os tipos de pisada
Para escolher o tênis certo, um passo importante é saber o formato do seu pé e seu tipo de pisada. São três os “tipos” de pé: o de arco alto, o de arco normal e o de arco baixo. Veja a figura abaixo:


 

 

 

 

 

 

 

Além do formato do pé, a forma como ele atinge o chão também influencia na escolha do tênis. O fisioterapeuta Reginaldo Fukuchi, membro do laboratório de Movimento do Instituto Vita e do Laboratório de Biofísica da USP, explica quais são os três tipos de pisada existentes e suas principais características:

Pronadora:: “A pronação vai haver em todo corredor, a diferença é que quem é pronador faz isso excessivamente”.

Na pisada pronada, o corredor apoia o lado de fora do calcanhar no chão e move o pé para dentro, passando pelo dedão e terminando no dedinho.

 

 

 

 

 

 

 

Supinada: “Assim como na pronada, na pisada supinada também acontece pronação, contudo, em um grau bem inferior. Neste tipo de pisada, há uma sobrecarga na parte de fora do pé do corredor”

Aqui, acontece o inverso da pronação. O atleta começa o movimento de pisada com a parte de fora do calcanhar, mas faz um movimento de apoio da parte externa do pé, até o dedinho.

 

 

 

 

 

Neutra: “É o tipo de pisada com maior equilíbrio. Nela, há uma pronação mínima, de 8 à 15 graus. O movimento com o calcanhar não sofre nenhuma alteração para os lados do pé”.

Neste tipo de pisada, há um movimento invariável desde o calcanhar até a ponta do pé, e forma uma pegada reta e constante.

 

 

 

 

 

Conheça seu tênis
Agora que você já conhece mais sobre a parte fisiológica da passada é hora de entender mais sobre seu tênis. Cada parte do calçado tem sua importância, veja na figura abaixo a função de cada uma delas.

 

 

 

 

 

1 Cabedal é o corpo do calçado

2 Palmilha é responsável pela postura correta do pé dentro do calçado

3 Entressola é a camada entre o cabedal e o solado

4 Sola externa é fabricada com diversas camadas, para agir conforme as necessidades de cada parte do pé. A sola do tênis divide-se da mesma maneira que a pisada:

A Calcâneo: Responsável pela estabilidade, amortecimento e impulsão

B Médio-pé: Feito em material duro e resistente, forma uma “armadura” para dar estabilidade

C Antepé: tem o “bico” levantado para facilitar o movimento da passada, que dobra naturalmente a parte da frente do tênis

D Contenção do calcanhar

Agora que você já sabe tudo sobre o assunto, é hora de escolher o tênis que melhor se encaixa nas suas características. Entre Aqui (http://o2porminuto.uol.com.br/scripts/guia_do_tenis/home.asp) e veja o Guia do Tênis da O2 com centenas de modelos para você não errar na hora de comprar seu calçado.

Fonte: http://o2porminuto.uol.com.br/scripts/materia/materia_det.asp?idMateria=3667

Corrida das Aguas Lebrinha na Chapada dos Guimaraes


Equipe Digoreste na Corrida das Aguas Lebrinha na cidade de Chapada dos Guimaraes, a equipe fez bom tempo na prova, percurso de 10km, destaque para o jovem da equipe Lucas que correu a distancia pela primeira vez e fez o tempo de 49minutos. A corrida foi considerada por muito como bem cansativa devido as suas várias subidas porém o tempo ajudou muito, o clima estava bom, sem sol e a temperatura na faixa de 22 graus.

Quem vai correr a corrida das aguas – FIQUEM ATENTO


INFORMAÇÕES CORRIDA DAS AGUAS LEBRINHA – CHAPADA DOS GUIMARAES

Entrega de KIT (Camiseta, Número de peito e Chip Descartável)

– Dia 05/11/2011 apenas para os participantes inscritos na palestra no próprio local.
– Dia 06/11/2011 local: Praça de Eventos de Chapada dos Guimarães

FIQUE ATENTO A DATA E O HORÁRIO DA CORRIDA

Data: 06 de novembro de 2011 (domingo)
Local da Largada e Chegada: Praça de Eventos de Chapada dos Guimarães
Horário da Concentração dos Atletas: 06h – Praça de Eventos de Chapada dos Guimarães, próximo do local de largada.
Horário da Largada: 8h
Distância do Percurso: 10 k

Veja percurso

Equipe DIGORESTE RUNNERS vai estar na Corrida das Águas


A Equipe Digoreste Runners estará presente na Corrida das Águas Lebrinha qua acontece na cidade de Chapada dos Guimarães no próximo dia 06 de novembro com percurso de 10km.

O evento contará com a participação do recordista dos 100km no gelo Bernado Fonseca

Globo sabota jogos Pan-Americanos


Por Altamiro BorgesNo momento em que setores da sociedade discutem a urgência de um novo marco regulatório da mídia, é emblemática a postura da prepotente TV Globo na cobertura dos jogos Pan Americanos, que ocorrem em Guadalajara, México. A emissora, que cochilou e perdeu o direito de exclusividade da transmissão para a TV Record, simplesmente decidiu invisibilizar o torneio. Ela está sabotando o Pan!O caso é tão cavernoso que gerou protestos de telespectadores. Nas redes sociais, a emissora foi bombardeada. Diante da reação, o Jornal Nacional só rompeu o silêncio no sábado e reservou “longos” 20 segundos para falar das medalhas já conquistadas pelos brasileiros. Renata Vasconcelos, âncora do programa, relatou friamente as conquistas das medalhas no taekwondo e no pentatlo.O crime será apurado?Foi a primeira vez que o JN tratou dos jogos de Guadalajara – em pauta há vários meses. Na sexta-feira (14), dia da cerimônia de abertura oficial do Pan, a emissora simplesmente se fingiu de morta. Os jogos viraram “não notícia”, penalizando milhões de brasileiros que ainda assistem esta concessionária pública. Um crime que mereceria apuração, caso houvesse um órgão regulador da mídia no Brasil!No artigo “O Pan olimpicamente ignorado”, publicado no Observatório da Imprensa, o jornalista Rogério Christofoletti já havia alertado para a gravidade do assunto. Reproduzo alguns trechos da sua crítica:*****O fato de a emissora de TV do Jardim Botânico não ter os direitos de transmissão da competição tem feito com que o evento seja simplesmente tratado como dispensável na pauta do seu noticiário. Pior que não ter comprado os direitos de transmissão é ter perdido a exclusividade para o grupo de comunicação que mais vem ‘incomodando’ com índices crescentes de audiência…Alguém aí pode achar natural que não se coloque azeitona na empada alheia, já que estamos tratando de competidores em audiência e de rivalidade de mercado. Mas informação é um bem diferente de azeitonas em conserva ou empadas. Informação é uma mercadoria de alto valor agregado, que não se degrada com a sua difusão ou compartilhamento e que, muitas vezes, auxilia o seu portador a tomar decisões, escolher caminhos, reorientar-se no mundo. Isto é, informação é um bem de finalidade pública, embora seja cada vez mais freqüente que empresas controladas por grupos privados a produzam e a façam circular. Independente disso, o produto carece de cuidados e atenções distintas.Então, cobrir o Pan de Guadalajara é mais do que rechear a empada alheia. É garantir que o público tenha acesso a informações que julga relevantes e interessantes. Afinal, convenhamos, não se pode ignorar os Jogos Pan-Americanos. É uma competição tradicional – existe desde 1951 –, é importante – pois funciona como uma prévia regionalizada dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 – e é abrangente por ser continental e reunir 29 modalidades esportivas. Esses argumentos bastariam para colocar o evento na pauta de qualquer veículo de comunicação que se preze.No caso das Organizações Globo, ignorar a efeméride é simplesmente deixar de lado seus recém-anunciados Princípios Editoriais. No documento, os veículos do grupo se comprometem a produzir um jornalismo calcado no que consideram ser os atributos da informação de qualidade: isenção, correção e agilidade. No item que trata de isenção, os princípios são bastante claros, e cito alguns trechos que colidem com o atual comportamento do grupo:… “(d) Não pode haver assuntos tabus. Tudo aquilo que for de interesse público, tudo aquilo que for notícia, deve ser publicado, analisado, discutido”…“(n) As Organizações Globo são entusiastas do Brasil, de sua diversidade, de sua cultura e de seu povo, tema principal de seus veículos”…“p) É inadmissível que jornalistas das Organizações Globo façam reportagens em benefício próprio ou que deixem de fazer aquelas que prejudiquem seus interesses”Este é um caso típico de descolamento entre o dito e o feito. Claro que as Organizações Globo podem estar preparando coberturas especiais sobre o evento ou correndo para apresentar um material diferenciado às suas audiências. Tomara. Mas se for assim, os veículos do conglomerado estarão atrasados, contrariando outra lei de ouro de seus Princípios Editoriais, a agilidade.*****O exemplo da ArgentinaSó para refrescar a memória e irritar os barões da mídia nativa: por motivos semelhantes, o governo da Argentina decidiu retirar do Grupo Clarín – tão arrogante e poderoso como a Rede Globo – o direito de exclusividade nas transmissões do campeonato de futebol. Uma concessão pública não pode realçar ou omitir o que lhe interessa. Daí a urgência da regulação da mídia no Brasil!

fonte: http://minutonoticias.com.br/globo-sabota-jogos-pan-americanos

SERÁ QUE O FIASCO DA SELEÇÃO MASCULINA DE FUTEBOL TEM “TUDO A VER” COM A GLOBO EM PARCERIA COM A CBF??? SERÁ??? SÓ LEVARAM JOGADORES FRACOS PORQUE A COBERTURA NÃO SERIA DA GLOBO , SERÁ????

Next entries » · « Previous entries