Archive for julho, 2011

Escolinha do Uirapuru continua revelando talentos


A.A.UIRAPURU-MT

Nos seus 37 anos de existência a escolinha do Uirapuru vem conseguindo suprir a demanda pelo esporte infanto-juvenil na cidade, contribuindo diretamente na formação de cidadãos através do futebol e revelando talentos.

A TVCA (TV Centro América), afiliada da Rede Globo em Cuiabá, foi buscar estas informações, confira a edição do Globo Esporte MT desta terça-feira (26):

http://g1.globo.com/videos/mato-grosso/v/confira-a-edicao-do-globo-esporte-mt-desta-terca-feira-26/1576361/

Vem aí a Copa Coca-Cola 2011.


A “Copa Coca-Cola” é uma competição de futebol que tem por finalidade promover o intercâmbio e o congraçamento entre equipes de jovens atletas, visando incentivar o estilo de vida saudável, o espírito de equipe, cooperação, amizade e disciplina.

2011 Promete

Em 2011, a Copa Coca-Cola vai ser um evento nacional com mais de 500 times participantes. E, para ficar muito mais emocionante e divertido, a torcida será tão importante quanto os jogadores.

A Equipe da A.A.Uirapuru fará parte desde evento e ja começa a se preparar

http://www.youtube.com/watch?v=M6GpxmXRgj4

Está valendo! Tuiteiros gritam #ForaRicardoTeixeira


Presidente do Comitê Organizador Local da Copa de 2014 é alvo de ‘MegaTwittaço’

Já está acontecendo desde a meia-noite desta quarta-feira um “MegaTwittaço” pela saída de Ricardo Teixeira da presidência do Comitê Organizador Local do Mundial de 2014 (COL). A campanha, movida pelos mesmos criadores do site http://www.foraricardoteixeira.com.br, estimula os torcedores a se manifestarem no Twitter com a hashtag #foraricardoteixeira. Só nos primeiros 30 minutos de campanha foram mais de 3 mil tweets.

A página, que contabiliza o número de manifestações contrárias ao também presidente da CBF, entrou no ar na semana passada. Desde então vem acumulando cada vez mais tweets de apoio à campanha. Agora, com o “Twittaço”, os organizadores esperam que, em 24 horas, mais de 50 mil mensagens sejam postadas com a hashtag.

Até agora, o movimento vem superando a expectativa de seus idealizadores, que pediram para não serem identificados.

– Criamos uma ferramenta de protesto para que os brasileiros de agora em diante possam mostrar sua voz. Desse princípio nasceu o “insight” da coisa, de um simples rabisco com papel e lápis para ganharmos audiência no mundo – disse ao LANCENET!, por e-mail, um dos líderes do #foraricardoteixeira.

– Foi muito além do que imaginávamos. É complicado imaginar sua ferramenta obter 200 mil page views (visualizações de página) cem horas depois de publicada.A campanha iniciada há cerca de uma semana teve sucesso imediato. Em seu primeiro dia no ar, foram cerca de mil posts por hora com a hashtag. A iniciativa repercutiu em diversos veículos de comunicação e até mesmo no exterior.

Apesar do volume de mensagens de apoio ao movimento, o termo #foraricardoteixeira em momento algum apareceu entre os mais comentados do Twitter desde então.  Segundo um dos organizadores, pode ter ocorrido um boicote por parte da ferramenta:

– Nossa equipe de BI (“Business Intelligence”) avaliou que é inexplicável não entrarmos nem nos TTs (termos mais comentados) de São Paulo, mas isso ainda está sendo averiguado e só depois nos pronunciaremos oficialmente.

Fonte: LANCENET

Correr, pular e brincar tira a criança do sedentarismo?


“A OMS (Organização Mundial da Saúde) preconiza que crianças façam um mínimo de uma hora de atividades físicas, por pelo menos cinco vezes na semana”

Resposta: Infelizmente o sedentarismo também atinge as crianças. A falta de atividade física é considerada uma das principais causas da obesidade infantil.

Alguns trabalhos já demonstraram que o risco de obesidade cai em média 10% para cada hora de atividade física, moderada a forte, praticada por dia pela criança.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) preconiza que crianças façam um mínimo de uma hora de atividades físicas, por pelo menos cinco vezes na semana.

A atividade física na criança não é necessariamente, inscrevê-la na academia ou clube e sim brincar muito, mas de forma que se movimente bastante: pular, correr, abaixar e levantar, enfim, suar!

Como, infelizmente hoje em dia, não se pode mais brincar na rua, é necessário que se dê opções para que ela possa brincar em casa. Boas ideias e materiais que ocupam pouco espaço são: brincadeiras com corda, estourar balões, manter uma bexiga no ar pelo maior tempo possível, pula-pula, mini-cama elástica, dançar e etc. Essas atividades são viáveis até para quem mora em um pequeno apartamento.

Atividades sedentárias como ver TV, jogar videogames, ouvir música, devem ser limitadas a nomáximo duas horas por dia.

Combater o sedentarismo nas crianças é de fundamental importância, pois assim evita-se a obesidade e doenças graves relacionadas a ela, como o diabetes, por exemplo, além de problemas cardiovasculares, asma, distúrbios do sono e ansiedade infantil.

Vale lembrar que os pais têm grande influência sobre o nível de atividade física dos filhos, pois estudos já comprovaram que quando a mãe é ativa, o filho tende a ser duas vezes mais ativo e se o pai for ativo esse valor sobe para 3,5. Se pai e mãe forem ativos, os filhos tendem a ser seis vezes mais ativos do que crianças de pais sedentários.

Fonte: Vya Estelar – http://www2.uol.com.br/vyaestelar/criancas_sedentarismo.htm

Uirapuru não passa da semifinal e fica com 3º colocação


A Equipe do Uirapuru ficou na semifinal e conquista a 3º colocação no campeonato com a categoria 2000 na Copa Eco Thermal de Jataí. De volta para Cuiabá as equipes agora deve ter um pequeno recesso e na próxima semana retornam aos treinos visando outros campeonatos.

Equipe sub11 do Uirapuru joga hoje semi-final


Equipe sub11 da A.A. Uirapuru joga hoje pela manha a semifinal pela Copa Eco Thermal de Jataí.

Veja programação

08:00  AGREFUP / PY  X  AA UIRAPURU / MT

Esporte na infância melhora comportamento


Pesquisadores de Israel afirmam que a prática de esportes reduz a agressividade de crianças. Durante seis meses um grupo de 650 de meninos e meninas, com idades entre nove e doze anos foram avaliadas. Metades do grupo que praticou atividades esportivas tiveram um melhora no comportamento. Segundo a pediatra Dra Adriana Proença os resultado tem fundamentos, por que a prática de esportes envolve vários fatores de extrema importância além da saúde, como a capacidade de lidar com regras e problemas, melhora a auto-estima.

A pediatra afirma que atividade esporte deve ter ser acordo com a idade e ter um acompanhamento profissional. “Normalmente qualquer atividade esportiva a gente aprende a lidar com regras, com limites. Ela tem a sociabilidade, que é a reação do conjunto, ela vai à busca do sucesso, ela se empenha mais, e ela aprende a lidar com vitórias e perdas. Isso é importantíssimo para a auto-estima da criança. Essa autoconfiança, isso faz uma diferença lá na frente, importantíssima.”

A Dra Adriana Proença explicou também que o esporte na infância evita várias doenças como obesidade, diabetes, hipertensão e outras complicações cardiorrespiratórias no futuro.

fonte: http://www.folhadoestado.com.br

UIRAPURU SEGUE FIRME NA COPA ECO THERMAL DE JATAÍ-GO


Segundo dia de competição e as categorias da A.A.Uirapuru segue firme mostrando bom futebol  apesar do empate sem gols na categoria 2000 as demais seguem somando mais 3 (tres) pontos.

Resultado do segundo dia de jogo

ESCOLINHA DE FUTEBOL MS / DF 0 x 3 AA UIRAPURU / MT   (cat. 98)

AA UIRAPURU / MT 2 x 0 BALNEARIO BRASNIPO / GO            (cat. 99)

AA UIRAPURU / MT 0 x 0 BALNEARIO BRASNIPO / GO           ( cat. 2000)

Voce ainda torce pela Seleção Brasileira?


Hoje, venho tratar de um assunto polêmico. Que antes era tido como um algo importante, primordial. Uma paixão, que com o tempo, se esfacelou, e hoje não vale quase nada. Eu disse quase…Pois para alguns vale, e muito por sinal.
Falar sobre a Seleção Brasileira, de um tempo para cá, tem sido algo realmente chato, em meio a toda a sujeira que rola nos bastidores do futebol mundial e principalmente brasileiro. Não é Ricardo Teixeira?
A verdade esta ai, na tela da Tv. A nossa Seleção, Penta-Campeã do Mundo, reveladora de craques e mais craques, esta jogando a Copa América. Agora pergunto: Você, brasileiro. Comemorou algum gol  ou realmente assistiu à um jogo do Brasil por inteiro, desta Copa América? A resposta evidentemente deve ter sido NÃO, correto?
O porque disso tudo é simples. Nossa “Seleção”, não tem mais identificação com o torcedor brasileiro. Muito disso, por conta da maioria dos jogadores atuarem fora do país, por saírem muito cedo daqui, rumo a Europa. Quando perdem, ou são desclassificados de uma Copa do Mundo por exemplo, nem sequer voltam para “casa”, vão direto para seus luxuosos castelos europeus. E pra piorar, ainda temos o glorioso Presidente “Ricardo Teixeira”, como chefe dessa agremiação corrupta e nojenta, chamada CBF.
Com tudo isso, a SeleNIKE, se tornou algo completamente desinteressante aos olhos do povo brasileiro, que mais se importa com seu clube do coração, pois este sim, desperta nele, o devido interesse, mexendo com sua emoção, o fazendo chorar, tirar sarro do amigo no dia seguinte, enfim, a paixão pelo clube é bem maior do que pela Seleção, que um dia era motivo de orgulho e hoje, é motivo de vergonha se tornando cada vez mais, um enorme balcão de negócios e interesses pessoais. Quem sofre com isso tudo? O futebol brasileiro, porque o torcedor, cansou e largou de mão a camisa verde e amarela.
2014 está aí logo ali e temo pelo pior. Afinal de contas, a Copa será bancada por todos nós. E quem sairá ganhando? Eles é claro, como sempre.
Isso é Brasil.

Tá no sangue: Neymar pai já foi campeão Mato-grossense de Futebol


Assim como a estrela do Santos, Neymar pai era decisivo nos jogos do Operário de Várzea Grande (MT)

Neymar pai já vestiu camisa do Operário-MT e ajudou a equipe a conquistar o 11º campeonato em 1997. (Foto: Arquivo Maninho de Barros/ arte Marcus Aurélio – GLOBOESPORTE.COM)

Por GLOBOESPORTE.COM Cuiabá


Neymar voltou a ter uma boa atuação em campo, mas dessa vez pela Seleção Brasileira. Contra o Equador, em jogo que valia a permanência do Brasil na Copa América, o atacante do Santos foi decisivo, marcando dois dos quatros gols da vitória por 4 a 2.

E não é que o faro de gol está no sangue! Também como atacante, Neymar, o pai, era decisivo e já foi até campeão com o futebol. Mas apesar do mesmo nome e da mesma posição que o filho, quem viu Neymar pai jogar afirma que ele não era nada parecido com Neymar Júnior em campo.

– Eles são diferentes. Os dois jogam bem, mas o Neymar pai era mais calmo em campo – ressalta Maninho de Barros, presidente do Operário durante a campanha do título de campeão Mato-grossense de 1997 e responsável pela contratação do atacante.

Em solo mato-grossense
Neymar da Silva Santos chegou ao Operário no dia 13 de agosto de 1997 e veio com a responsabilidade de ser o homem-gol do time que estava lutando pelo título de campeão mato-grossense. Neymar estreou pelo Tricolor várzea-grandense em Cáceres, a 250 quilômetros de Cuiabá, na primeira partida da semifinal, e mostrou que tinha jeito de artilheiro. O atacante fez um gol e deu o passe para outro na goleada por 4 a 1 em cima do Cacerense. Destaque no jogo, Neymar quase ficou fora da partida.

– Quando estávamos indo para Cáceres, paramos em um posto e acabamos esquecendo o Neymar lá. Quando percebemos, já estávamos 30 quilômetros distante do posto. Voltamos para buscá-lo, ainda bem – conta Geraldo Malaquias, ex-roupeiro do Tricolor.

A vinda do atacante para o Operário aconteceu por acaso. Em uma viagem ao Paraná, para assistir a uma partida do Paranaguá Futebol Clube em busca de reforços para o Operário, Maninho de Barros se impressionou com o jogador, que estava atuando pelo time adversário do paranaense.

– Ele estava fazendo um ótimo jogo e marcou um gol. No intervalo fui perguntar para o Laurinho, atacante do Paranaguá, quem era aquele jogador. Aí ele me disse, é o Neymar. Quando terminou o jogo fui atrás dele e fiz uma proposta. Ele disse que não podia aceitar ainda porque tinha que conversar com a família, que estava em Santos – conta Maninho, que voltou para Várzea Grande com alguns jogadores, mas sem Neymar.

Algum tempo depois o jogador entrou em contato com o dirigente, afirmando interesse em vestir a camisa do Tricolor várzea-grandense, mas com um porém:

– Ele disse que tinha que trazer a família e eu falei que ele podia vir e trazer todo mundo – relembra o ex-presidente.

Após passar pelo Cacerense, o Tricolor de Várzea Grande enfrentou o União de Rondonópolis pela final do Estadual. No primeiro jogo, na casa do adversário, um empate sem Neymar em campo. No segundo jogo, em Cuiabá e com o atacante, o Operário conquistou a vitória e o seu 11º título de campeão Mato-grossense.

Fonte: globoesporte.com – http://globoesporte.globo.com/mt/noticia/2011/07/ta-no-sangue-neymar-pai-ja-foi-campeao-mato-grossense-de-futebol.html

« Previous entries