Archive for junho, 2011

O que é saber lutar?


Saber lutar é despertar-se para um sentimento muito importante de independência e motivação, aliado à intensidade com que se aprende a entender seus limites diante dos desafios

O esporte como exemplo tem um peso considerável nesse ponto em função de sua exposição pública e repercussão midiática. Disse ainda ao finalizar o texto que embora nessa árdua trajetória, recheada de sacrifícios e certo isolamento, muitos atletas não conseguem atingir o sonho de chegar ao alto nível, mas a grande possibilidade de recompensa a usufruir pelo reto da vida era o aprendizado de saber lutar.

O que é saber lutar?

Algumas pessoas me perguntaram o que significa exatamente a expressão saber lutar, diante de um tema tão difícil, que é a escolha por um ideal de excelência.

Quem milita no treinamento esportivo sabe muito bem que muitos jovens desportistas se dedicam a essa atividade num muito duro. Essa fase de uma maneira geral corresponde à adolescência, aproximadamente entre os 12 e os 18 anos de idade.

Na adolescência, conhecida como um tempo de instabilidade física, psicológica e social há muitos conflitos e dúvidas e é quando o jovem é capaz de responder por si, definir escolhas e tomar decisões, além de assumir a própria responsabilidade.

Nesse cenário, aquele jovem que escolhe investir sua vida na tentativa de chegar ao mais alto nível do esporte, começa a vivenciar várias experiências de ordem física, social, cognitiva e emocionais que são intensas e com as mais diversas características com consequentes impactos e desenvolvimento de capacidades, como por exemplo:

– autoconfiança;

– satisfação em pertencer a um determinado grupo;

– prazer no esporte;

– melhoria nas relações com colegas no esporte;

– disciplina e capacidade de comunicação.

Porém, isso tudo é entremeado com alegrias por sucessos, tristezas em função de fracassos, saúde e desenvolvimento físico, mas acompanhado de lesões, frustrações em consequência de não ser escolhido por algum treinador ou não ser reconhecido, sentimento de recompensa e por vezes desânimo e muitas outras experiências pessoais.

Pressuposto o (a) atleta é despertado para um sentimento de independência e motivação muito importante, pois, a intensidade com que aprende a entender seus limites diante os desafios é significante.

Por outro lado, assimila naturalmente como suas atitudes estão associadas àquilo que estará por vir ou por outro lado, tudo o que vive no presente é uma consequência do que ele mesmo fez.

A prova disso está na própria disputa esportiva: se um atleta desempenha seu papel com rigor e intensidade e se sobressai é óbvio que se dedicou aos treinamentos físicos. Se o atleta quase não erra nos gestos técnicos e se sobrepõe aos adversários é sinal que treinou muito os fundamentos do jogo. Se o mesmo tem equilíbrio emocional é por que está confiante em suas tomadas de decisões e em suas habilidades mentais e físicas.

Ademais, nas mais diversas experiências emocionais, da tristeza à alegria, da frustração ao sentimento de recompensa, há um caminho árduo percorrido pelos seus próprios esforços e com eles há um amadurecimento que é notado facilmente por todos.

Assim sendo com o passar do tempo é gerado um caráter especial, com força e autoconfiança intocadas, que só aqueles que tiveram a decisão de escolher a luta pelo alto nível entendem perfeitamente que isso é consequência da palavra esforço.

O esporte passa, mas a luta para viver é permanente e a cada dia uma luta diferente!

Fonte: Vya Estelar – http://www2.uol.com.br/vyaestelar/psicologiadoesporte.htm

5ª Corrida Pedestre Governador Dante de Oliveira


Passada a Corrida Homens do Fogo agora a equipe Digoreste Runners se prepara para mais uma prova, a
5ª Corrida Pedestre Governador Dante de Oliveira” que acontece neste domingo, com percurso de 9km com participação prevista de 1.500 atletas

 

UIRAPURU CAMPEÃO DO TORNEIO ESCOLINHA SÃO PAULO/SALESIANO SANTO ANTONIO


Neste ultimo domingo a equipe do Uirapuru sub14 se consagrou campeão do I Torneio de Futebol Amador promovido pela escolinha oficial do São Paulo em Cuiabá em parceria com o colégio Salesiano Santo Antonio. O time do Uirapuru venceu o torneio invicto, os jogos foram realizados nos dias 23 a 26/06 nos campos do próprio colégio.

Corrida Homens do Fogo é neste domingo


A 26º Edição da Corrida Homens do Fogo promovido pelo 1º Batalhão de Bombeiros Militar de Mato Grosso em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer do estado acontece neste domingo (26/06). A largada esta prevista para as 8:00hs, com largada do bairro Verdão, no Batalhão de Bombeiro, seguindo trajeto Miguel Sutil seguindo até o trevo que da acesso ao bairro Despraiado e retornando onde se iniciou a largada que é o Batalhão de Bombeiros Militar.

O que a Globo não mostra


VEM MAIS BOMBA POR AÍ…………

O império de Ricardo Teixeira e a cartolagem brasileira têm sido bombardeados por uma série de reportagens especiais produzidas corajosamente pela Rede Record. A cada edição do Jornal da Record, uma nova revelação bombástica, que, para muitos de nós jornalistas esportivos, não são nenhuma novidade, mas que no entanto finalmente ganharam corpo com documentos e testemunhos que comprovam a existência de uma máfia, também no futebol brasileiro, uma rede que sai da luxuosa sede da CBF na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e se estende pelas federações estaduais que reelegem Ricardo Teixeira a cada pleito, sem discussão. Mas por que a Rede Globo, detentora dos direitos de transmissão dos jogos da Seleção Brasileira, da Copa América, do Campeonato Brasileiro, do Mato-grossense e da Copa do Mundo de 2014 não escancarou essa vergonha antes? Não é preciso pensar muito para achar essa resposta.

As reportagens da Record revelaram o enriquecimento suspeito do presidente corintiano Andrés Sanchez – que de feirante virou magnata -, a fortuna de Teixeira, guindado ao posto de presidente da CBF pelo ex-sogro João Havelange, e como um império se constituiu, e mais, por que o Morumbi – cuja reforma custaria R$ 260 milhões – foi excluído da Copa de 14 e o novo estádio do Corinthians será o escolhido ao custo de um bilhão, com dinheiro público.

Teixeira tem um aliado de peso em São Paulo: Andrés Sanchez. Num clube cheio de craques, com a segunda maior torcida do Brasil, e uma das mais apaixonadas do mundo, ele conseguiu ficar em evidência sem nunca calçar uma chuteira – longe do gramado, na tribuna de honra. O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, não esconde o que deseja e, sobretudo, o que faz no futebol.

Em 2007, o Corinthians passou pelo vexame de ver a sua sede invadida pela polícia. Com autorização da Justiça, agentes recolheram documentos e computadores. O alvo era o então presidente Alberto Dualib. Andrés Sanchez tinha sido vice-presidente de futebol de Dualib pouco antes: eram os tempos de Carlitos Tevez dentro de campo.

Fora de campo, quem comandava era Kia Joorabchian (representante da então parceira MSI). O iraniano era acusado de usar o clube para lavar o dinheiro roubado pela máfia russa. Kia e Andrés viraram íntimos. Saíam sempre juntos para aproveitar a noite paulistana. Dualib acabou condenado a três anos e quatro meses de prisão em regime aberto. Andrés escapou, não se sabe como. Acuado pela polícia, Andrés pulou rápido para o barco da oposição. E acabou eleito presidente do Corinthians em 2007. Corintiano da velha guarda, Cyborg coleciona denúncias contra Andrés Sanchez. Ele já pediu ao Conselho Deliberativo do clube informações sobre transferências de jogadores, que considera suspeitas. Geraldo Alckmin, Gilberto Kassab, Orlando Silva, Andrés Sanchez, Lula. Todos eles já falaram que o estádio do Corinthians não seria construído com dinheiro público. Estavam errados. Se for aprovado o plano que prevê R$ 420 milhões em incentivos fiscais para o Corinthians, o clube será beneficiado com verba da prefeitura. Quando é que o Jornal Nacional vai mostrar alguma coisa?

Obs: Imaginem só a nossa FMF, por isso não temos campeonatos sério por aqui em MT ja faz bom tempo

Fonte: http://www.gazetadigital.com.br

Datena diz que Copa será palco de lavagem de dinheiro


Apresentador diz que caráter de Ricardo Teixeira é duvidoso e que haverá corrupção

O apresentador José Luiz Datena criticou de forma veemente neste domingo (19) a Copa do Mundo de 2014. De acordo com ele, o Mundial não é a prioridade de um país com problemas sociais sérios e necessidades maiores, como o Brasil.

“A última coisa que o Brasil precisava ter era uma Copa do Mundo. Fala-se em gastar bilhões. Foi uma grande brincadeira o que fizeram com o povo brasileiro. Enganaram o povo brasileiro. E não estou falando isso porque eu estou na Record, que está brigando com o Ricardo Teixeira, brigando com o João Havelange. Quer dizer, brigando não, expondo os fatos. Eu já falava isso na Band”.

Segundo Datena, o Brasil não deveria investir tantos recursos em um evento que não beneficia a população a longo prazo. Ele também disse que o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) não deveria emprestar dinheiro para tal finalidade.

“O Brasil tem outras prioridade. Se fala em gastar R$ 1 bilhão para fazer estádio. Você não tem hospital decente, não tem escola decente, não tem educação que garanta o futuro dos nossos filhos… E outra, cimento não dá para você contar. Se o cara quiser lavar dinheiro, vai lavar dinheiro para caramba. Vão aplicar dinheiro público do BNDES em fundo perdido e não deveriam aplicar. Eu sou contra a Copa do Mundo no Brasil”.

Datena também criticou o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, que está envolto em escândalos de suborno e corrupção e que é o comandante do comitê organizador da Copa.

“Essas denúncias a respeito do Ricardo Teixeira e do João Havelange, há muito tempo se fala sobre isso, sobre negociatas e bandalheiras que são denunciadas até determinado ponto. A Globo certa vez começou a denunciar o Ricardo Teixeira porque ele ia contra os interesses da Globo. Foi Globo Repórter uma vez, duas, depois parou. Parou por que? Porque se acertou com o Ricardo Teixeira? E de lá para cá o Ricardo Teixeira se tornou um cara melhor? Acredito que não. Acho que esse camarada é uma das piores coisas que existem no futebol brasileiro. Provando-se que recebeu propina ou não, acho esse cara um péssimo dirigente, uma péssima influência para o povo brasileiro, um sujeito falso para caramba”.

O apresentador finalizou dizendo que Ricardo Teixeira foi o homem que bancou o técnico Dunga na seleção. O treinador fracassou na Copa do Mundo de 2010, sendo eliminado nas quartas de final pela Holanda em meio a inúmeras brigas com a imprensa.

Fonte: http://www.midianews.com.br/?pg=noticias&cat=14&idnot=54618

Obs: Tenho a mesma opinião que o apresentador, coisa muitos mais importantes poderiam esta sendo solucionado com todo esse dinheiro destinado a Copa do Mundo no Brasil, por exemplo melhorar e investir na Educação, Segurança e Saúde. Mais engraçado é que para festa o Governo sempre consegue recurso.

Campeonato Nacional se aproxima e a equipe Uirapuru cada vez mais preparado


Esta chegando os dois importantes campeonatos nacionais do ano de 2011 promovido pela equipe wmshow de bola. As inscrições já estão encerradas.  Informações pelo site http://www.wmshowdebola.com/.

A Associação Atlética Uirapuru se prepara forte para o evento. Este ano a equipe ja teve sucesso no mais importante campeonato de futebol mirim de Mato Grosso, o título da Copa Gazeta Mirim (gazetinha), agora é buscar outros de nível nacional.

Busca de alto nível em qualquer atividade é uma luta


“… não importa a atividade, a busca do alto nível seja em qualquer área é um processo árduo, que exige sacrifícios de diversas ordens, conforme a escolha (que notadamente é livre!)” Durante uma semana acompanhei os treinamentos da seleção brasileira de vôlei juvenil masculino, que se prepara para o campeonato mundial em agosto a ser disputado na cidade do Rio de Janeiro.

Jovens na faixa dos 19 anos intercalaram treinos cotidianos, seguidos de jogos amistosos com a seleção argentina que também se dedicava a mesma rotina.
Nesse período algumas pessoas me perguntavam se realmente vale a pena o alto investimento pessoal para uma única atividade (no caso voleibol). Justamente em uma fase da vida que muitos outros caminhos poderiam ser traçados, que além de tudo não os obrigam ao certo isolamento, certas privações sociais, como por exemplo, viajar e passear com amigos, algumas restrições de convívio familiar em função das seguidas concentrações e excursões competitivas e outros condicionantes no rol da lista de sacrifícios.

São jovens atletas que por vocação e desejo, combinados com a compleição física coerente com o voleibol se dedicam ferozmente aos treinamentos a fim de conquistarem um lugar no alto nível do esporte e poderem compartilhar a oportunidade das disputas esportivas no mais alto nível e em consequência, realizações pessoais e profissionais.

Talvez a grande angústia dos atletas e da família de cada um é ter a consciência de que naquele grupo de jovens, possivelmente nem todos serão os futuros astros da seleção principal do Brasil.

Em um dado momento, por um motivo ou por outro, surgirão novas revelações atléticas, que ocuparão definitivamente seus espaços, desistências, lesões que impedirão a continuidade da vida esportiva e outros tantos acontecimentos que permeiam a carreira de um atleta.

A cada dia um novo desafio e um novo teste. Para cada competição uma lista de atletas convocados e “cortados” (dispensados). A busca por um aprendizado ou aperfeiçoamento de uma técnica é constante, seguida muitas vezes pelo desejo de crescer ao menos um centímetro.

É nesse cenário (não único!) que muitos jovens, inclusive de outros esportes constroem sua juventude.

Como profissional do esporte já trabalhei e acompanhei muitas trajetórias de gente que passou por tudo isso e hoje são adultos. Não somente no voleibol, mas também no automobilismo, futebol, tênis, futsal, handebol e atletismo.

Alguns são atletas veteranos, mas ainda em ação em equipes profissionais de vôlei, outros ex-atletas, há um que depois da aposentadoria se tornou técnico respeitado, assim como outros que viraram professores de educação física, treinadores de atletas amadores e diferentes profissões. Enfim, tiveram que (re) inventar seus sonhos.

O mais importante é entender que não importa a atividade, a busca do alto nível seja em qualquer área é um processo árduo, que exige sacrifícios de diversas ordens, conforme a escolha (que notadamente é livre!).

Imaginemos o que músicos, cirurgiões, arquitetos, professores, pesquisadores de alto nível tiveram que fazer para se tornarem excelentes. No esporte esse fenômeno (do sacrifício intenso) é mais comentado em função da natureza pública do esporte , mas de fato chegar ao alto nível é uma tarefa muito exigente.

Como recompensa, aquele que se submete a essa verdadeira aventura, aprenderá um modo de vir a ser muito especial. Independentemente se seguirá no esporte ou não, poderá usufruir de um aprendizado que o acompanhará pelo resto da vida que se resume em uma única expressão: saber lutar!

Fonte: Vya Estelar – http://www2.uol.com.br/vyaestelar/psicologiadoesporte.htm

Equipe Digoreste Runners na III Corrida Jonas Pinheiro MT


Domingo (12/06) foi realizada a Corrida Jonas Pinheiro, na cidade de Santo Antonio do Leverger, cidade próxima à Cuiabá. Uma manhã com muita neblina e o tempo bem agradável. A equipe Digoreste Runners esteve presente a mais este evento esportivo com seus atletas George e Mauro Vallim. Parabens a organização do evento

FUTEBOL MIRIM: MIXTO/UIRAPURU É CAMPEÃO DA COPA GAZETINHA


O Mixto/Uirapuru sagrou-se pela quinta vez campeão da 12º Copa Gazetinha após vencer o Operário/Búfalo pelo placar de 1 a 0. O gol mixtense foi marcado pelo atacante Matheus Gustavo, ainda no primeiro tempo. O jogo aconteceu no domingo dia 12/06

Os “garotos do Mixto” na verdade são treinados na escolinha da Associação Atlética Uirapuru, ligada aos servidores da UFMT. No entanto, é comum jovens formados pelo Uirapuru virarem jogadores do Mixto, uma antiga parceria.
O Mixto Mirim entrou em campo com os garotos Augusto; Alexandre, Caio César, Ângelo e João Vítor; João Antônio, Vítor, Mateus Leal e Albert; Mateuzinho e Geovani. O Técnico era o Júlio César.

« Previous entries